CV_português

Artista, produtora e gestora cultural, graduada no curso de Comunicação das Artes do Corpo pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Máster em Artes Escénicas e Cultura Visual em 2017 (Programa da ARTEA dentro da Universidad de Castilla de La Mancha, Espanha). Atualmente é doctoranda em artes na Universidade Nacional de Córdoba, Argentina.

Coordenadora e diretora artística do projeto CAMINANDO: Estudios sobre “La lógica del prelúdio” de Giulia Palladini y la practica artística como investigación, no Centro de Producción e Investigación en Artes de la Universidad Nacional de Córdoba como parte do programa CEPIA ABIERTO 2018.

Durante o primeiro semestre de 2018 dirigiu e estreiou “Fin de fiesta”, trabalho de dança/arte de ação em Córdoba, Argentina.

Em janeiro deste mesmo ano foi selecionada pelo Programa Internacional de Intercambio PAR Plataforma/VA II edición com o  projeto “Preludio #01” para residencia artística no Centro Cultural España Córdoba, Argentina.

Trabalhou como performer na obra “UNDER DE SÍ” de Luis Garay e Diego Biachi na ARCO MADRID 2017.

Em 2016 foi contemplada pelo “PROAC aperfeiçoamento artístico” para receber treinamento de “Body Weather” do artista norte americano Sherwood Chen (ex integrante da cia. Mai JuKu no Japão).

Neste mesmo ano participou do curso de direção teatral “La fabricación del todavía” coordenado por Luciano Delpratto no teatro Documenta/Escénica, Córdoba, Argentina.

Em 2015 recebeu o Premio Funarte Artes na Rua 2014 para apresentar sua performance “travesía” e oferecer workshops relacionados a esta criação  nas 5 regiões brasileiras, pasando por Porto Alegre, Belo Horizonte, Rio Branco, Natal e Cuiabá. Neste mesmo ano expôs a la instalação-dispositivo PERMITIDAS DECLARACIONES DE AMOR” (projeto “para não esquecer ou I’M VERY MUCH IN LOVE W/U”) no CABILDO DE CÓRDOBA (AR) dentro da programação “Construcciones sobre indicios” da “Muestra Documental de la CONADEP” 

Em 2014 esteve em residência artística na Casa das Caldeiras com o projeto “para não esquecer ou I’M VERY MUCH IN LOVE W/U”. Com este projeto integrou a programação do SEMANAS DE DANÇA 2014 do Centro Cultural São Paulo e participou de outras residências como no Centro Cultural Espanha Córdoba na Argentina, e o programa LINEA DE COSTA em Cadiz na Espanha (outubro/2014) finalizado com mostra coletiva no museu ECCO.

Nesta última residência colaborou na realização da obra “Promenade – Cadiz”de Dudu Tsuda, artista com o qual colaborou em alguns trabalhos como “Silence”, “estudo para o silêncio” e “Estudos para o Tempo Suspenso 間” performance realizada no Salar de Uyuni e apresentada como vídeo-instalação na IX Bienal Siart de La Paz 2016.

Em maio de 2014 recebeu uma bolsa do Goethe-Institut – Colombia  para participar do EXPERIMENTA/SUR III 2014 organizado pelo Mapa Teatro em parceria com o Goethe-Intitut e a fundação Siemens em Bogotá, Colombia, participando de laboratorios com Heidi e Rolf Abderhalden, Adriana Urrea, Adrian Heathfield, Jens Dietrich e  Kenneth Goldsmith.

Neste mesmo ano, apresentou seu trabalho no ciclo de arte de acção “Aún sin título” no teatro  Documenta /Escénica em Córdoba (AR) e participou com videos em mostras como “Solidão A Gosto” – Porto Alegre, Brasil e  “Performance Platform Lublin” en Lublin, Polonia.

De 2011 a 2014 integrou o Conexão ZAT, contemplado pelo prêmio Funarte Petrobras Klauss Viana de Dança 2012 com o projeto “Guerrilha Poética: cartografia dos sentidos” onde criou entre outras ações artísticas a performance “t r a v e s í a”, com colaboração do coreógrafo americano Sherwood Chen e “t r a v e s í a-duo” com o artista argentino Matías Zanotto apresentada em Córdoba-AR em setembro de 2013.  “t r a v e s í a ” foi apreesntada em São Paulo em dezembro de 2013. Neste mesmo ano criou “Devaneios para Arar a Terra” junto a Rita Tatiana Cavassana e o grupo de musica experimental Ø+yn (AR), apresentada no SESC Santana em São Paulo.

Assistiu aol Encuentro Hemisferico de Performance e Política das Américas 2013 onde participou do work group Performances Festivas: Encenando a Identidade, a Política e a Utopia nas Américas coordenado por Zeca Ligério e do workshop “performancitos” coordenado por Polina Porras (MEX) e Chris Moffett (EUA).

Participou e produziu  “Trepadeira Ciclo V” : clínica “performar” com Eleonora Fabião e “Conversas sobre a criação de si como artista” com Ricardo Basbaum.

Também em 2013 criou a performance “Devaneios para Arar a Terra” junto a Rita Tatiana Cavassana e o grupo argentino de música experimental Ø+yn, apresentada no SESC Santana em São Paulo-SP.

Integra desde 2011 o COLETIVO GHAWAZEE DE AÇÃO, contemplado pelo edital de residência artística da Associação Casa das Caldeiras – 2012 em São Paulo . Este é um coletivo formado por 11 mulheres interessadas em realizar ações performáticas independentes que  realizou mais de 20 performances em espaços públicos de São Paulo, Colômbia e Argentina.

Integrou o NUCLEO ARGONAUTAS DE TEATRO, coordenado por Francisco Medeiros onde participou como assistente de direção do espetáculo Narrativas Urbanas na Terra sem Lei contemplado pelo Rumos Teatro Itaú Cultural(2011) e Terra Sem lei contemplado pela Lei de Fomento ao Teatro (2007).

Foi criadora-intérprete do projeto ACESSO OU OBRA DE DOMÍNIO PÚBLICO, contemplado pelo premio Novos Coreógrafos – Site Specific 2011 do Centro Cultural São Paulo, obra também apresentada no SESC Santana em fevereiro de 2013.

Trabalhou na gestão e/ou produção de projetos culturais como o encontro “Zona Pirata #1” contemplado pelo Prêmio Meses Temáticos do CircoDança e Teatro 2013: Diálogos e Reflexões da FUNCEB, Bahia, Brasil, Virada Cultural-SP, e artistas independentes de diferentes procedencias como Isabela Santana, Núcleo de Garagem e a instalação coreográfica de Edith Derdyk e Lua Tatit : “Tabuleiro” realizado no Sesc Santo Amaro e em 2014 na Oficina Cultural Oswald Andrade em São Paulo e Sesc Pompéia.

Trabalhou durante 5 años no Acervo Mariposa, produzindo e criando projetos culturais ligados a dança, incluindo projetos contemplados pela Ley Rouanet (patrocínio Petrobrás), Proac Icms (patrocínio Vivo) e Iberescena. Coordenou a produção do projeto “Trepadeira” na Sala Crisantempo, contemplado pelo premio PRO-CULTURA – programação de espacios cênicos 2010 da FUNARTE.

De 2007 a 2011 investigou video-dança-instalação junto ao fotógrafo Yuri Pinheiro e colaborou com o diretor Renzo Vasquez na produção de videodança da WayOut Pictures (UK).

Viveu na França por tres anos, onde participou do “stage d’hiver” con Ariane Mnouchkine no Théâtre du Soleil em Paris.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s